Sobre o projeto Infraestrutura de Dados Espaciais GeoMINAS

A Infraestrutura de Dados Espaciais IDE-GeoMINAS* é resultado do trabalho realizado no primeiro semestre de 2011, na disciplina de Bancos de Dados Espaciais, do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação (PPGCC), do Departamento de Informática (DPI) da Universidade Federal de Viçosa (UFV).

O trabalho realizado teve como base os dados geoespaciais disponíveis no site do GeoMINAS (atualmente não disponível em http://www.geominas.mg.gov.br/), os quais apresentavam documentação (metadados) fora dos padrões internacionais.

A criação da IDE-GeoMINAS foi estruturada em três frentes de trabalho, sendo uma responsável por recuperar uma cópia dos dados disponíveis no site do GeoMINAS, a segunda responsável por elaborar os metadados de acordo com o Perfil MGB (Padrão de metadados brasileiro definido pela INDE-Infraestrutura Nacional de Dados Geoespaciais - http://www.inde.gov.br) e a terceira frente de trabalho foi responsável por customizar o software de catálogo de metadados GeoNetwork e realizar a carga dos dados e metadados.

* Projeto de cunho acadêmico, cujo objetivo primordial foi a capacitação de profissionais no tema Infraestrutura de Dados Geográficos, buscou sempre que possível manter nos metadados as informações sobre os reais produtores dos dados.

Contato:

Informações sobre o projeto IDE GeoMINAS pelo email: idegeominas@ufv.br

Equipe:

  • Coordenador:
    • Prof. Jugurta Lisboa Filho
  • Responsáveis pela recuperação e conversão dos dados geográficos:
    • Glauber Luis da Silva Costa
    • João Paulo Campolina Lamas
    • Tiago Geraldo Ferreira
  • Responsáveis pela elaboração dos metadados:
    • Rafael da Silva Carrasco
    • Wellington Moreira de Souza
  • Responsáveis pela customização do catálogo de metadados:
    • Joás Weslei Baia
    • Lucas Francisco da Matta Vegi
    • Wagner Dias de Souza


DESCRIÇÃO DO ANTIGO SITE GEOMINAS

O GeoMINAS é fruto do desejo político e do consenso técnico na busca da minimização de esforços, recursos e investimentos para a produção sistemática de informações digitais geográficas e georeferenciadas sobre o nosso Estado. É o Estado gerando e gerenciando as informações primárias (sócio-econômico-político-culturais) sobre os vários aspectos de seu território geográfico. Enfim, é um Estado conhecendo melhor a sí mesmo e se mostrando ao mundo, através da integração e ação conjunta dos técnicos de diversos órgãos, iniciando-se no ano de 1995.

Motivação:

  • Minimizar a duplicidade de dados, esforços, recursos e investimentos.
  • Prover informações básicas confiáveis e permanentes sobre o espaço geográfico do Estado.
  • Integração dos órgãos do Governo na produção/utilização de informações geográficas.

Organização:

Durante as fases 1 e 2, fases de desenvolvimento da política de utilização do geoprocessamento, o GeoMINAS foi conduzido por grupos de trabalho. Cada grupo atuou num segmento específico, interagindo com os demais, desenvolvendo trabalhos pré-estabelecidos de modo independente e com dinâmica própria. Os trabalhos foram acompanhados por reuniões dos coordenadores garantindo sua integração.

Através de atas das reuniões, todos os integrantes, suas empresas e o próprio Governodo Estado puderam acompanhar o desenvolvimento do programa. Os grupos foram compostos porequipes interdisciplinares constituídas por técnicos representando as diversas instituições. Nestas fase totalizamos 24 instituições e 65 técnicos.

O grande número de instituições, técnicos envolvidos e o modo de desenvolvimento das atividades mostraram a necessidade de uma nova forma de trabalho. Foi necessário a oficialização da participação dos órgãos e dos técnicos, para que as atividades pudessem ser desenvolvidas com maior facilidade.

Entramos na fase 3 (Desenvolvimento de projetos) com uma nova organização: - a indicação oficial do representante GeoMINAS pela instituição. Estes representantes compôem o Grupo Técnico permanente, que se encontra periodicamente para acompanhamento das atividades, definição e avaliação de questões relativas a temas e ações que conduzam o GeoMINAS.

Estas reuniões atuam também como elemento de integração e disseminação, complementado pelo ciclo de palestras técnicas que apresentam temas sugeridos pelo grupo. As palestras técnicas são abertas aos técnicos de todos os órgãos.

A Prodemge é a coordenadora estratégica do Programa GeoMINAS, enquanto a Secretaria Geral do Governador é responsável pela Coordenação Geral.

Premissas tecnológicas:

  • Base de dados comum.
  • Formato de dados padrão.
  • Liberdade na escolha das plataformas de hardware e software.
  • Comunicação de dados via INTERNET

A Base de Dados Comum será segmentada em:

  • Base de dados Desktop Mapping: Esta base de dados está disponível no site GeoMINAS. Contém mapas diversos de MG em escalas de origem 1:1.500.000 para uso de aplicativos desktop mapping e dados sócio-econômico-culturais georreferenciados. Esta base é atualizada a partir das aplicações desenvolvidas nos próprios órgãos através da equipe responsável pelo seu gerenciamento.
  • Base de dados SIG: Base de dados contendo dados alfanuméricos de interesse e mapas diversos de MG (escala de origem 1:50.000 e 1:100.000 correspondendo as cartas oficiais existentes), voltadas às aplicações SIG. Esta base poderá estar distribuída. Cada instituição provedora é responsável em manter o segmento extraído de sua base de dados local, o qual pode ser acessado através da aplicação Internet central, o Catálogo de Metadados do GeoMINAS.
  • Base de dados Imagens: conterá imagens de satélite, fotografias aéreas, ortofotocartas para utilização em sensoriamento remoto, SIG's e outros.

Os dados nas bases de dados SIG e Desktop Mapping estarão no formato padrão de intercâmbio a ser adotado pelo GeoMINAS. Futuramente as bases de dados Desktop Mapping e SIG poderão ser integradas. Estarão disponíveis somente as informações oficiais do Estado.

siteID: c0905633-e336-4ad4-9a4c-697bed6d1d59

Unicode EncodedBrowse Happy logo